[#25] Otávio Monteiro

BlueSoul

Portista Divino
Muito dificilmente os jogadores que saem a custo zero conseguem vincar. Pq o facto do clube pagar por eles significa que vai apostar neles. A não ser que vão para campeonatos mais fracos como o Brahimi.
Por acaso n sei se o Herrera está a ser mto utilizado ou não.
 

Fields

Portista Divino
Muito dificilmente os jogadores que saem a custo zero conseguem vincar. Pq o facto do clube pagar por eles significa que vai apostar neles. A não ser que vão para campeonatos mais fracos como o Brahimi.
Por acaso n sei se o Herrera está a ser mto utilizado ou não.
Tinha tantos exemplos para te mostrar que essa teoria não faz sentido que nem me dei ao trabalho.
Mas já agora, mesmo que o que tu disseste fosse verdade, tu dizes que um clube pagar por um jogador significa que vai apostar nele (Nakajima riu-se, já agora), mas o que tu querias dizer era exatamente o contrário - não apostar num jogador porque não pagou por ele (que também tens inúmeros exemplos em que foram aposta de sucesso).
 

BlueSoul

Portista Divino
Tinha tantos exemplos para te mostrar que essa teoria não faz sentido que nem me dei ao trabalho.
Mas já agora, mesmo que o que tu disseste fosse verdade, tu dizes que um clube pagar por um jogador significa que vai apostar nele (Nakajima riu-se, já agora), mas o que tu querias dizer era exatamente o contrário - não apostar num jogador porque não pagou por ele (que também tens inúmeros exemplos em que foram aposta de sucesso).
Dos que saíram do Porto não estou a ver nenhum. Mas dá exemplos.
Se um clube investe, 15, 20, 30 o que seja em ti estará muito mais aberto a apostar em ti. Claro que há mtos casos de investimentos falhados. Mas é assim que eu vejo.
 

respectivo

Portista Divino
Imbula, Oliver, Adrian Lopez, Loum... Quantos queres?

É claro como água que o treinador escolhe aqueles que melhor treinam durante a semana, e que sejam capazes de interpretar a ideia de jogo dele. É completamente inegável. É um treinador com convicções, e ideias fixas. Eu posso não concordar com elas, e não concordo com grande parte delas, mas é completamente inegável que as escolhas são dele, e não é em nada influenciado por factores externos, como por exemplo, preços de jogadores.
 

nando

Portista Divino
Parece q já está em negociações com o Milan para ganhar 3m limpos por época, e deve receber algum pela assinatura. Mesmo sem renovar foi sempre premiado com mins e mais mins, melhorou e fez bons jogos mas continuo a achar q n é um jogador por aí além
 

BlueSoul

Portista Divino
Esta política de ai e tal se o jogador não renovar o treinador não tem nada a ver com isso... É ridícula.
Então o SO não tinha assinado, ninguém renova mas jogam na mesma e a carreira deles fica lançada.
Como é que o treinador não compreende que isto é ridículo. Depois diz queo clube está em fair play financeiro e que ele não pode comprar jogadores.
Claro, não deixa que vendas de Maregas se concretizem. Sabe que jogadores não renovam mas continua a apostar neles. O Otávio é o que é hoje pq o treinador apostou nele pq ele qdo veio para cá era um jogador mediano.

Políticas.
Eu compreendo que é complicado apostar em jogadores da formação com pouca experiência mas então há aí jogadores baratos com mais experiência, é melhor investir 5 milh e sentar os que não querem renovar. Eu não teria piedade. É que isto está-se a tornar numa regra e não numa exceção. Estou a exagerar mas há uns 6 anos atrás isto raramente se verificava.
 

respectivo

Portista Divino
Se o Otávio não fosse titular a esta hora estavas a lutar pelo quarto lugar com o Benfica, isto para nem sequer falar da Champions.

Os contratos do pessoal são questões pessoais e do clube! Não são questões para serem tratadas pelo treinador! O treinador tem é que se preocupar com os resultados da equipa de futebol!

O Oliveira jogou, não deixou de jogar, e pelo meio renovou! O Dalot escolheu sair. São só 2 exemplos que demonstram que a relação entre contratos, formação, e primeira equipa, não existe.

O problema dos jogadores saírem a custo 0 é um problema de gestão! Cabe ao gestor do clube resolve-lo. Não quer dizer que as coisas estejam a ser mal geridas agora. Quer dizer que as coisas foram mal geridas quando estes contratos foram assinados, e agora qua do eles estão a terminar estamos a sofrer as consequências. A gestão de hoje só pode vir a ser reflectida daqui a 2 ou 3 anos

O clube hoje, claramente não tem a disponibilidade financeira para renovar com Otávio ou Marega. E se tivesse sido bem gerido, possívelmente não teria assinado estes contratos que estão em vigor na altura em que os assinou. É a lição a reter
 

Catalao

Portista Divino
Por mim, estando o campeonato perdido, Otávio e Marega que vão jogar para a B, a ver se a equipa se mantém.

Farto de gajos a cuspir no clube, a mim não me deixam saudades nenhumas.
 
O campeonato está perdido mas não está acabado. Há um segundo lugar importantíssimo para assegurar.

E se o Marega tira muito mais do que dá à equipa, o mesmo não se aplica ao Otávio.

Custa-me não ver um único jogador a recusar a saída a custo zero para não deixar o clube de mãos a abanar - poderia sempre haver uma renovação com promessa de transferência no fim da época, como várias vezes se fez no passado - mas é um problema e uma falha acima de tudo do clube.

Que aconteça num ou noutro caso, ok, pode acontecer, mas é sistemático, tornou-se regra nos últimos anos. E se fosse só com segundas linhas...mas não, foi tambem com vários titulares e vai voltar a acontecer.
 

pvfm

Portista Divino
O futebol mudou muito, sentimos isso na pele pela primeira vez há uns anos com o Paulo Assunção... neste momento os clubes não estão protegidos, todo o comercio do futebol ficou virado para empresários, comissionistas e os jogadores... os clubes vendedores neste momento mandam quase zero nas transferencias... é uma dura realidade... não se passa só connosco, mas a nós nota-se mais porque temos jogadores com mais mercado, sempre expostos numa montra chamada champions e estamos em fair-play financeiro... tudo junto leva a esta situação.

Os outros clubes pensam assim: este jogador tem mais 2 anos de contrato, se o tentarmos comprar agora vale 50 milhões, mas na próxima época chega ao ultimo ano de contrato, podemos compra-lo por 25 milhões, ou então, e visto que temos dinheiro e temos bons jogadores no plantel, falamos com o empresário do jogador e dizemos que no final do contrato o jogador recebe x de ordenado + x de premio de assinatura + x de premio para o empresário... e com isso tudo se calhar nem a 10 milhões gastamos com o jogador com esta operação toda e poupamos 15 milhões com um jogador bom e esses 15 milhões dá para pagar o salario de outro jogador de nivel superior que contratamos já no imediato.

A realidade do mercado de transferencias está muito complexo para clubes como o nosso, o mercado brasileiro então está ridículo (vem o pêpê mas há umas épocas atrás nem 8 milhões precisávamos gastar para o trazer).

Mas a culpa é nossa e só nossa, tivemos o primeiro aviso depois de 2004, vencemos a champions e tanto que alguns dirigentes do clube como grande parte dos adeptos começaram a pensar que agora éramos um real madrid ou um Bayern Munique que podiamos andar a contratar estrelas... mas não podemos, somos um clube português nunca seremos um colosso europeu porque não temos rios de dinheiro a entrar todas as épocas como esses clubes tem porque estamos em Portugal... a coisa só não se complicou muito a nivel desportivo porque os nosso rivais internos andavam meio atordoados e no meio de contratações sem logica e sem grande valor desportivo (ainda me lembro Djalmas, Claudios pitbull entre muitos outros) ainda foram aparecendo contratações ao nivel do clube que eramos e somos como os Luchos, os lisandros etc... até que veio o JJ para o Benfica e aí batemos numa realidade que só foi adiada mais umas épocas porque entretanto tivemos o AVB que deu de novo a ilusão que éramos uns colossos europeus... mas não somos... e depois aguentamos 2 épocas com o Vitor Pereira e quando ele saiu foi o descalabro... a realidade apareceu aos olhos de todos não tinhamos capacidade financeira para ter planteis super ricos, com o Paulo Fonseca foi a realidade, metemos depois a corda ao pescoço (outra vez numa ilusão) com o Lopetegui e até agora estamos a pagar a fatura financeira disso.

Tudo isto para dizer uma coisa temos de compreender o nosso contexto, se um jogador quer receber 3 ou 4 milhões por época nós não podemos pagar isso, se o clube oferece até ao tecto salarial um ordenado e ele acha pouco então está na altura de o encostar aos poucos e meter activos que possam dar lucro visto que esse já não vai dar... apenas desportivo... e é esse chip que tem faltado ao nosso clube tem dado prioridade ao fator desportivo em relação ao financeiro quando devia haver um equilibrio, que era o que faziamos antigamente, tinhamos um craque por 5 anos, ao fim do 2º ano iamos procurar um substituto jovem para ele, ao fim da 3ª época já o vendiamos bem e tinhamos o substituto... actualmente continuamos com os mesmos e só depois de perder o craque a custo zero é que vamos procurar substituto e geralmente mal.
 

BlueSoul

Portista Divino
O futebol mudou muito, sentimos isso na pele pela primeira vez há uns anos com o Paulo Assunção... neste momento os clubes não estão protegidos, todo o comercio do futebol ficou virado para empresários, comissionistas e os jogadores... os clubes vendedores neste momento mandam quase zero nas transferencias... é uma dura realidade... não se passa só connosco, mas a nós nota-se mais porque temos jogadores com mais mercado, sempre expostos numa montra chamada champions e estamos em fair-play financeiro... tudo junto leva a esta situação.

Os outros clubes pensam assim: este jogador tem mais 2 anos de contrato, se o tentarmos comprar agora vale 50 milhões, mas na próxima época chega ao ultimo ano de contrato, podemos compra-lo por 25 milhões, ou então, e visto que temos dinheiro e temos bons jogadores no plantel, falamos com o empresário do jogador e dizemos que no final do contrato o jogador recebe x de ordenado + x de premio de assinatura + x de premio para o empresário... e com isso tudo se calhar nem a 10 milhões gastamos com o jogador com esta operação toda e poupamos 15 milhões com um jogador bom e esses 15 milhões dá para pagar o salario de outro jogador de nivel superior que contratamos já no imediato.

A realidade do mercado de transferencias está muito complexo para clubes como o nosso, o mercado brasileiro então está ridículo (vem o pêpê mas há umas épocas atrás nem 8 milhões precisávamos gastar para o trazer).

Mas a culpa é nossa e só nossa, tivemos o primeiro aviso depois de 2004, vencemos a champions e tanto que alguns dirigentes do clube como grande parte dos adeptos começaram a pensar que agora éramos um real madrid ou um Bayern Munique que podiamos andar a contratar estrelas... mas não podemos, somos um clube português nunca seremos um colosso europeu porque não temos rios de dinheiro a entrar todas as épocas como esses clubes tem porque estamos em Portugal... a coisa só não se complicou muito a nivel desportivo porque os nosso rivais internos andavam meio atordoados e no meio de contratações sem logica e sem grande valor desportivo (ainda me lembro Djalmas, Claudios pitbull entre muitos outros) ainda foram aparecendo contratações ao nivel do clube que eramos e somos como os Luchos, os lisandros etc... até que veio o JJ para o Benfica e aí batemos numa realidade que só foi adiada mais umas épocas porque entretanto tivemos o AVB que deu de novo a ilusão que éramos uns colossos europeus... mas não somos... e depois aguentamos 2 épocas com o Vitor Pereira e quando ele saiu foi o descalabro... a realidade apareceu aos olhos de todos não tinhamos capacidade financeira para ter planteis super ricos, com o Paulo Fonseca foi a realidade, metemos depois a corda ao pescoço (outra vez numa ilusão) com o Lopetegui e até agora estamos a pagar a fatura financeira disso.

Tudo isto para dizer uma coisa temos de compreender o nosso contexto, se um jogador quer receber 3 ou 4 milhões por época nós não podemos pagar isso, se o clube oferece até ao tecto salarial um ordenado e ele acha pouco então está na altura de o encostar aos poucos e meter activos que possam dar lucro visto que esse já não vai dar... apenas desportivo... e é esse chip que tem faltado ao nosso clube tem dado prioridade ao fator desportivo em relação ao financeiro quando devia haver um equilibrio, que era o que faziamos antigamente, tinhamos um craque por 5 anos, ao fim do 2º ano iamos procurar um substituto jovem para ele, ao fim da 3ª época já o vendiamos bem e tinhamos o substituto... actualmente continuamos com os mesmos e só depois de perder o craque a custo zero é que vamos procurar substituto e geralmente mal.
Mas então 2 anos antes do contrato terminar ou o jogador renova ou sai pelo preço que der para sair ou então vai para o banco. Porque temos jogadores de merda e jogadores bons a fazer isto. para que é que lhes estamos a dar palco? o Otavio evoluiu bastante como jogador, mas se não tivesse evoluído ele tinha evoluído outro. O único problema que vejo aqui é ter de lhes continuar a pagar salários.

Há situações em que eu acho que os jogadores não têm culpa porque têm propostas e querem sair mas o clube não os deixa sair. o Herrera é um destes casos.

O Corona aposto que vai seguir o mesmo caminho. Isto é uma gestão absolutamente ruinosa em termos desportivos.

Para resolver este problema é preciso ser-se pro activo, programar a evolução do jogador. Por exemplo o Pepe vem para o Porto assinou por 5 épocas, daqui a 2 épocas, 3 épocas no máximo tem de sair. E tem de se apostar o máximo nele assim que ele chegue para que ele valorize.
Com o Evanilson a mesma coisa. Estar a apostar no trepo do Marega quando o Evanilson está uma época inteira a jogar aos soluços e tem de ser valorizado paras er vendido dentro de 1 ou 2 épocas. Já estando nós no mercado a ver alternativas. Isto dá trabalho, pois dá, mas é assim que se faz.
Planeamento!
 

24hdragao

Only One Race The Human Race
Não percebo porque não podemos dar ao Otávio (jogador que é uma mais valia e que está completamente integrado no clube) os 3M que supostamente o Milan lhe vai dar por época, mais uns 4M por renovar, valor que daria em 4 épocas um total de 16M=12+4.

Mas depois dá-mos sem grande problema uns 10/12M por um jogador de qualidade duvidosa, cujo rendimento será sempre uma incógnita e que muito provavelmente não conhece absolutamente nada do tugão e ainda vem receber uns 1,5M/epoca durante as mesmas 4 épocas (6M), o que acaba por dar um investimento de 16/18M, ao fim das mesmas 4 épocas.
 

DLX17

DLX17
Não percebo porque não podemos dar ao Otávio (jogador que é uma mais valia e que está completamente integrado no clube) os 3M que supostamente o Milan lhe vai dar por época, mais uns 4M por renovar, valor que daria em 4 épocas um total de 16M=12+4.

Mas depois dá-mos sem grande problema uns 10/12M por um jogador de qualidade duvidosa, cujo rendimento será sempre uma incógnita e que muito provavelmente não conhece absolutamente nada do tugão e ainda vem receber uns 1,5M/epoca durante as mesmas 4 épocas (6M), o que acaba por dar um investimento de 16/18M, ao fim das mesmas 4 épocas.
O problema é dar 8M por jogadores que alternam entre o banco e a bancada...
 
Top