[#7] Luis Díaz

Edgar Siska

Dark Lord
Membro do Staff
Deve ser o nosso jogador mais bem mais cotado (tirando o Corona, mas que acaba contrato daqui a 1 ano e meio). Digo isto e vou ao transfermarkt ver: 13M... fosse dos orcs e o hype já ia lançado...
Transfermarkt é apenas mais um site come tigelas de imprensa e dominados pelos interesses de certos empresários.

Cago neles já faz muito tempo.
 

DiGil

Portista Divino
Tem sido uma grande surpresa. Evoluiu muito desde que chegou. Espero que continue assim, é menino para ser uma excelente venda nos próximos anos.

MVP hoje.
 
O Sérgio há uns tempos disse que o havia jogadores que, na época passada, lesionavam-se quando havia séries de 3 jogos numa semana. Se aí se esticava a corda, quebrava.
No dia seguinte, receção ao City, deixou o Díaz no banco e confirmou que sim, era dele de quem falava.

Creio que é disso que se trata agora. O Diaz é um pouco propenso a lesões se leva com muita carga em cima - algo que se melhora com os anos, creio. Vamos entrar outra vez numa fase diabólica e quanto mais fresquinho possível puder estar o Díaz, melhor para nós, até porque ele depende muito da capacidade de explosão.

O banco também joga e o Díaz quando sai de lá tem um impacto ainda maior.
 

DLX17

DLX17
Por acaso eu também gosto mais do Diaz quando sai do banco... Por outro lado acho que também faz falta como titular... O ideal era ter 2 com o mesmo rendimento :mrgreen:
 

mikec

Portista Divino
Dominar uma bola alta dentro da grande área com o pé, com cerca de 3 ou 4 adversários à sua volta e deixá-la mesmo à mão de semear para rematar e fazer golo é de génio.
 

Enigmatic

Portista Divino
Creio que é disso que se trata agora. O Diaz é um pouco propenso a lesões se leva com muita carga em cima - algo que se melhora com os anos, creio.

Correto, é o princípio da sobrecarga. Que acaba por ser um problema inerente a quem vem do futebol sul americano - a intensidade (um dos fatores do treino desportivo) é muito baixa relativamente ao futebol europeu. O que acontece é que após o estímulo (quantificando, para ser mais fácil de perceberem) de nível 2, há que dar descanso para que na próxima sessão (ou jogo) o corpo esteja preparado para um aumento para nível 3 e assim sucessivamente. No caso dele, é bastante provável que ele fizesse 1 jogo por semana onde estava, ao chegar aqui depara-se com um cenário em que 1 jogo cá (na Europa) vale por 2 onde ele andava, agora juntamos a isso os treinos e temos uma "bomba" prestes a explodir.

Este processo se não for bem trabalhado, o jogador vai andar sempre de rastos. Felizmente temos uma pessoa bastante competente na equipa técnica no que diz respeito a esse tipo de questões.
 
Correto, é o princípio da sobrecarga. Que acaba por ser um problema inerente a quem vem do futebol sul americano - a intensidade (um dos fatores do treino desportivo) é muito baixa relativamente ao futebol europeu. O que acontece é que após o estímulo (quantificando, para ser mais fácil de perceberem) de nível 2, há que dar descanso para que na próxima sessão (ou jogo) o corpo esteja preparado para um aumento para nível 3 e assim sucessivamente. No caso dele, é bastante provável que ele fizesse 1 jogo por semana onde estava, ao chegar aqui depara-se com um cenário em que 1 jogo cá (na Europa) vale por 2 onde ele andava, agora juntamos a isso os treinos e temos uma "bomba" prestes a explodir.

Este processo se não for bem trabalhado, o jogador vai andar sempre de rastos. Felizmente temos uma pessoa bastante competente na equipa técnica no que diz respeito a esse tipo de questões.
O Eduardo?
 

pvfm

Portista Divino
Jogador Brutal, explosivo mesmo tendo em conta a sua fisionomia "fragil"... ser explosivo não é só ter velocidade, nisso o Manafá e o Zaidu são mais, a parte da explosão é a maneira como ele consegue arrancar parado deixando o adversário para trás com um toque na bola na medida certa, ou seja há uma grande diferença entre arrancar com bola já com o adversário batido pela tecnica de meter o pé na bola e só ganhar em velocidade ao adversário... Reparem no 2º golo do Porto e percebem isso, ele só ganhou a posição ao defesa direito do Vitória porque conseguiu dar o toque preciso na bola no arranque... se fosse outro jogador que só lá vai com velocidade não acredito que conseguisse, o mais certo era ser obrigado a ir mais para a linha lateral.

Mas este jogador é mais que isso a maneira como ele finta sem ter a bola colada ao pé é divinal, ele consegue estar numa situação com adversários em cima e consegue passar por eles, volto a repetir sem ter a bola colada ao pé como faz o messi Por exemplo (não estou a comparar com o messi, mas sim apenas a referir que tem um controlo de bola diferente), que se torna ainda mais complexo visto que a bola não está sempre proxima do pé para fazer os desvios de direcção quase instantâneo...

Outra coisa importante demorou pouco a perceber que mais vale passar para um colega em melhor posição que arriscar numa posição pouco vantajosa... o Luís Diaz dos primeiros jogos da primeira época dele no 2º golo chutava para a baliza ou perdia-se em fintas nem que fosse para rematar para as couves...

Esta foi uma contratação à Porto de antigamente...
 

Thegodfather

Portista Divino
O falhanço do Diaz aos 46 minutos é a razão pela qual depois passamos por apertos desnecessários. Tinha de marcar aquilo.
Porém não posso ser muito critico da exibição dele pois fica diretamente ligador ao 1º golo, e uma boa parte dos nossos lances de perigo nasceram dos seus pés.
Porém, tem de melhorar a finalização pois não se pode falhar golos tão fáceis...
 

theraider

"Never laugh at live dragons"
Membro do Staff
É o que mais me irrita no jogador. Parece que faz sempre o mais difícil.
 

Catalao

Portista Divino
Sempre a falhar golos fáceis, já é 1 ano e meio disto, tem de evoluir nesse aspeto rapidamente!
 

Thegodfather

Portista Divino
Novamente, já estive a ver as opiniões lá por fora e ninguém consegue acreditar como o Diaz foi expulso.
O Tugão (mais precisamente os árbitros portugueses) é mesmo uma coisa do outro mundo, mas obviamente pelos piores motivos.

Não é só revoltante o que se passou.
Parte o coração ver o Diaz a sair a chorar, por ver um cartão vermelho por ter rematado à baliza.
 
Top