Análise do Plantel

DLX17

DLX17
Deus vos ouça, e o Espírito Santo também! Da próxima vez que vir o Herrera em campo desligo a TV para não ter pesadelos de noite
 

Viriato

O Mágico nr. 10
Depois da maneira como jogamos ontem a maior parte do tempo espero que o NES acorde para a vida e tenha encontrado o seu 11 titular.

Para o nosso campeonato, Danilo e Óliver aguentam sem problema o barco no miolo. É preciso é mais presença no ataque para procurar o golo o mais rápido possível contra adversários que jogam sempre na retranca e para o pontinho.

Temos que arriscar mais e aquele quarteto atacante tem que ser uma aposta recorrente de modo a ser rotinado e a nossa maior arma. Otávio, Jota, Corona e André. Está encontrado o nosso melhor 11 e não tem nada que saber.
 

Viriato

O Mágico nr. 10
Casillas
Layun - Felipe - Marcano - Alex
Danilo - Óliver
Corona - Jota - Otávio
André

É este o 11 NES. Jogamos muito bem ontem, a melhor exibição da época em 60 minutos... A única réstea de esperança após o empate terrível de ontem é mesmo a probabilidade gigante e á vista de todos do NES ter encontrado o seu melhor 11.

Se jogamos assim e dominamos contra um Benfica então para consumo interno tem que ser aquela escolha. Não há volta a dar porque os adversários não são em nada superiores ao de ontem.

4-2-3-1, 4-1-3-2... desde que seja com aqueles intervenientes. Temos equipa, plantel e 11 para irmos á luta.
 

pedro64343

PORTO SEMPRE
O problema
é que com equipas pequenas não é preciso controlar o jogo mas sim furar e arranjar espaços pelo que a estratégia e a abordagem ao jogo é diferente dos jogos em que jogamos olhos nos olhos com o adversário.
 
Mas contra equipas pequenas - que no fundo fazem o mesmo que o benfica fez ontem, é um facto - é com aquele 11 que temos que jogar. A equipa respira melhor porque abre o jogo e não afunila. Criam-se dinâmicas, descobrem-se espaços. Na esmagadora maioria dos jogos da liga

Danilo-Oliver-Otávio
Corona-André-Jota

é a fórmula ideal.
 

Ricardo Rodrigues

Portista Divino
Para mim, o onze que o NES meteu ontem (embora prefira o Layun no lugar do Maxi), é o melhor. Em certos jogos, alternava um dos extremos pelo André André/Rúben Neves e passava o Otávio mais para a frente.
 

pedro64343

PORTO SEMPRE
Mas é um falso alargar pois ainda não vemos os jogadores a ir à linha cruzar com frequência durante os jogos e isso sim seria uma mais valia para solicitar a entrada do ponta de lança. Continuamos a ter o mesmo problema de sempre que passa por termos de meter mais gente perto da baliza adversária quando atacamos, jogadas a ir à linha e remates de meia distância.
Com essas melhorias iríamos ganhar argumentos para termos alternativas para resolver os jogos.
 

Ricardo Rodrigues

Portista Divino
 

Kurk

Portista Divino
Pegando no trocadilho d'O Jogo atrevo-me a fazer outro que NES descobriu foi a pólvora depois da guerra. Tantos empates que podiam ter sido vitorias se NES não tivesse teimado num sistema e num jogador que estava à vista de todos que não era o mais indicado. Ainda está tudo ao nosso alcance é verdade, mas complicámos os nossos objectivos devido a teimosias e falta de visão do treinador.
 

Thegodfather

Portista Divino
Ok, há trabalho a ser feito. Mas ainda ainda há muito mais por fazer.
Estas capas podem servir como uma "palmadinha nas costas", mas não podem servir para nos conformarmos.
A defesa pode estar bem, mas o meio-campo precisa ainda de ligeiras afinações, e o ataque precisa de forma muito clara de ser melhorado.
 

oblik

#neymarémodakelvinéfoda
Há que ter noção que este ponto que O Jogo levanta é extremamente válido e importante. Até há meio ano atrás desesperávamos com golos caídos do céu às três pancadas e que podiam figurar nos tops de golos mais caricatos da jornada, todos os santos fins de semana.

O Nuno conseguiu apostar numa dupla de centrais sólida e consistente e que oferece garantias contra qualquer adversário. Temos sobretudo que melhorar nas bolas paradas, principalmente trabalhar a abordagem mista que fazemos (contra o slb tínhamos 3 ao homem e os restantes à zona) e na exposição excessiva que por vezes damos nas laterais e temos um sector extremamente estável e seguro.
 
Top