Análise do Plantel

respectivo

Portista Divino
O tello era muito bom tirando que nao tinha muita tecnica era um bom extremo
O Tello era optimo, e acho que foi um daqueles jogadores que passou por aqui super mal aproveitados. Pena minha que era um dos meus favoritos! Só não acho que o Lozano seja muito parecido com ele, ou com o Varela. Ok, é rápido, mas o ponto forte dele não é a velocidade. Tem muita técnica, e uma enorme inclinação de cair para o meio à procura do remate. Exactamente o oposto de Tello, onde a sua zona de conforto era encostado a ala, colocado em velocidade. Já se sabe, que esses extremos mais "limitados" tecnicamente têm sempre mais dificuldade em jogar num grande, contra autocarros.
 

PanterA

Portista Divino
Não me falem do Tello que me lembro logo deste golo que na altura me deu azia para para semanas.

 
Última edição:

Enigmatic

Portista Divino
Não sabia onde colocar isto, portanto fica aqui. Se algum moderador encontrar um local mais apropriado, peço que mova o post.

Os emprestados do FC Porto: encaixe financeiro à vista

Há portistas um pouco por toda a Europa e até na América do Sul. Foram cedidos para rodar e até há dois cujas opções são altas (dez milhões de euros) e os clubes já manifestaram vontade de as exercer

Apenas sete dos 31 jogadores que o FC Porto emprestou nesta temporada - incluindo nestas contas Kelvin, que está no São Paulo desde janeiro - já ultrapassaram a barreira dos mil minutos nos respetivos clubes: Víctor García (Nacional), Ricardo Pereira (Nice), Martins Indi (Stoke City), Rafa Soares (Rio Ave), Kelvin (São Paulo), Marega (V. Guimarães) e Aboubakar (Besiktas), conforme se pode ver na tabela que publicamos ao lado.

E é precisamente deste lote que poderá sair um bom encaixe financeiro para a SAD nos próximos tempos para ajudar a atenuar as contas negativas apresentadas no último exercício. Alguns até saíram por empréstimo com opções de compra definidas e os clubes já disseram que as vão acionar, casos de Aboubakar e Indi, por exemplo.

Se assim for, renderão dez milhões cada. Marega, com mercado na China e em França, é outro dos que podem ser vendidos no verão. Ricardo Pereira é um caso diferente: altamente valorizado (Juventus de olho e Nice interessado), pode ainda vir a ter aproveitamento desportivo. Certo é que alguns destes jogadores vão sair e cobrir parte dos 100 milhões de receitas extraordinárias que o FC Porto pretende para 2016/17.

No polo oposto, há vários emprestados que não estão a ter oportunidades e, por isso, se desvalorizam. Fabiano (Fenerbahçe), Bolat (Nacional), Andrés Fernández (Villarreal), Pité (Tondela), Leandro Silva (Paços de Ferreira) e André Mesquita (Fafe) são os que menos oportunidades têm conseguido. Mas ainda há meia época para mudar o destino...

Gonçalo Paciência tramado pela lesão

Depois de uma época na Académica (30 jogos e quatro golos), Gonçalo Paciência partiu com ambição para a primeira aventura fora do país e logo no campeão grego. Porém, a adaptação não foi a melhor. A concorrência interna também não ajudou, mas o pior foi mesmo a indisposição que sentiu num treino e o obrigou a parar. Voltou ao Porto para ser reavaliado e despistar uma eventual recidiva do problema cardíaco que teve em 2013. Fez apenas um jogo na Grécia.

Quintero treina, mas só joga em janeiro

É um dos casos mais delicados entre os emprestados do FC Porto. Até porque renovou contrato há cerca de um ano. Desde 4 de fevereiro que não joga. Foi quando se "despediu" do Rennes. Depois, esteve a treinar no Dragão e ainda fez a pré-época com Nuno, mas seria dispensado. A solução encontrada, depois de o mercado europeu encerrar, levou-o de volta ao seu país, mas só em janeiro poderá jogar pelo Independiente de Medellín

Ricardo é o único guarda-redes

Além dos guarda-redes que tem nos plantéis profissionais (Casillas, Sá, João Costa, Gudiño, Diogo Costa e Mouhamed Mbaye), o FC Porto emprestou mais quatro nesta época. Só um joga com regularidade: Ricardo Nunes, no Chaves. Os outros, Fabiano (Fenerbahçe), Bolat (Nacional) e Andrés Fernández (Villarreal) praticamente só jogaram nas taças.

Kelvin cresceu ao longo do ano civil

Por ter sido emprestado a um clube brasileiro até 31 de dezembro deste ano, os números que apresentamos de Kelvin são relativos ao ano civil e não à época em curso. Por isso, é o jogador com mais partidas disputadas e mais minutos em campo. Não lidera a lista de melhores marcadores dos emprestados, mas é o que mais assistências soma. Se ficar no plantel de Nuno, rodagem não lhe falta.

O Jogo
 

Viriato

O Mágico nr. 10
FC PORTO - ÉPOCA 2016/2017
Rio Ave 1 - 3 Fc Porto
Fc Porto 1 - 1 Roma
Fc Porto 1 - 0 Estoril
Roma 0 - 3 Fc Porto

Sporting 2 - 1 Fc Porto
Fc Porto 3 - 0 V. Guimarães
Fc Porto 1 - 1 Fc Copenhaga
Tondela 0 - 0 Fc Porto

Fc Porto 3 - 1 Boavista
Leicester 1 - 0 Fc Porto
Nacional 0 - 4 Fc Porto
Gafanha 0 - 3 Fc Porto
Club Brugge 1 - 2 Fc Porto
Fc Porto 3 - 0 Arouca

V. Setúbal 0 - 0 Fc Porto
Fc Porto 1 - 0 Club Brugge
Fc Porto 1 - 1 Benfica
Chaves 0 - 0 Fc Porto * 3 - 2
Copenhaga 0 - 0 Fc Porto
Belenenses 0 - 0 Fc Porto
Fc Porto 0 - 0 Belenenses

Fc Porto 1 - 0 Sc Braga
Fc Porto 5 - 0 Leicester
Feirense 0 - 4 Fc Porto
Fc Porto 2 - 1 Marítimo
Fc Porto 2 - 1 Chaves

Fc Porto 1 - 1 Feirense

Golos:
15
- André Silva
5 - Jota
4 - Corona e Brahimi.
3 - Marcano.
2 - Felipe, Otávio, Layun e Depoitre.
1 - Herrera, Óliver, Alex, Rui Pedro e Danilo.

Assistências:
6 - Otávio
4 - Layun, Corona, André Silva, Alex e Herrera.
3 - Jota.
2 - Maxi e Brahimi.

1 - Depoitre, Casillas, Danilo, Felipe e Óliver.
 

Prometheus

from Porto with Love
Precisamos de outro avançado. Que seja realmente alternativa. Que traga experiência e golos no currículo e que não necessite de passar por um longo período de habituação ao futebol português.
 

BlueSoul

Portista Divino
As minhas preocupações em relação ao nosso plantel:
Defesa direito: o maxi esta muito lento, temos o campeonato e liga dos campeões e ele já está muito desgastado, claro que a experiência dele é muito importante. O Layun ainda esta lesionado e se demorar a recuperar temos de ter outra alternativa segura.

Extremo: para além do kelvin precisamos de um extremo de raiz para substituir corona que nem sempre da o seu máximo e não tem estaleca física para aguentar os jogos todos que ainda faltam.

Médio: se o Herrera sair agora em Janeiro, algo que acredito que pode acontecer, precisamos de uma alternativa que pode vir do campeonato português, assim como defesa direito. Jogadores que estejam habituados ao nosso campeonato e que precisem de menos para se integrarem bem.

Ps: não gostei nada de ver o Boly a jogar. Que molengao
 

btx

Portista Divino
As minhas preocupações em relação ao nosso plantel:
Defesa direito: o maxi esta muito lento, temos o campeonato e liga dos campeões e ele já está muito desgastado, claro que a experiência dele é muito importante. O Layun ainda esta lesionado e se demorar a recuperar temos de ter outra alternativa segura.

Extremo: para além do kelvin precisamos de um extremo de raiz para substituir corona que nem sempre da o seu máximo e não tem estaleca física para aguentar os jogos todos que ainda faltam.

Médio: se o Herrera sair agora em Janeiro, algo que acredito que pode acontecer, precisamos de uma alternativa que pode vir do campeonato português, assim como defesa direito. Jogadores que estejam habituados ao nosso campeonato e que precisem de menos para se integrarem bem.

Ps: não gostei nada de ver o Boly a jogar. Que molengao
Concordo com quase tudo, especialmente a parte do Boly.
A parte do médio, é naquela, se não temos 1 em 7 que seja capaz de jogar, estamos mesmo lixados
 

BlueSoul

Portista Divino
Concordo com quase tudo, especialmente a parte do Boly.
A parte do médio, é naquela, se não temos 1 em 7 que seja capaz de jogar, estamos mesmo lixados
:D é verdade são mais que as mães mas se queremos ser campeões temos de ter os melhores. Muitos dos médios que temos são muito básicos. Eu sou da opinião de que o médio (ou os) é o coração duma equipa.
 

Kurk

Portista Divino
O JCT tem-se revelado o melhor "reforço" de inverno e para o meio campo há excedentários. O problema é mesmo as alas, tem de ser o sector a ser reforçado agora.
 

Viriato

O Mágico nr. 10
Layun lesionado, Otávio lesionado, André Silva lesionado, Brahimi na CAN... Soam os alarmes.

Temos que obrigatoriamente buscar pelo menos um extremo em condições o mais rápido possível e esperar para que ninguém mais se lesione. Este mês de Janeiro pode já decidir o nosso desfecho no campeonato.

Não me importava que viesse um grande extremo nem que fosse por empréstimo e com opção de compra.
 

DLX17

DLX17
Os reforços tinham de estar já identificados e a chegar nos próximos dias. Atacar o mercado no fim do mês e depois ir buscar um Suk ou um Marega, é apenas estúpido e desnecessário.
 
Top