Estádio do Dragão

S

Smith.

Guest
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=XgrBgllOjcc#!

 

famaboys

Eterno #4


NOVE ANOS, 20 TÍTULOS, CINCO ESTRELAS



O Estádio do Dragão comemora esta sexta-feira nove anos de vida. Substituto do saudoso Estádio das Antas e inaugurado a 16 de Novembro de 2003, com um célebre FC Porto-Barcelona, que os azuis e brancos venceram por 2-0 (golos de Derlei e Hugo Almeida), o original palco conquistou rapidamente um lugar no coração dos portistas.

A beleza da construção, projectada por Manuel Salgado, a imponência do cenário e o facto de funcionar como uma autêntica fortaleza dos Dragões, que venceram a larga maioria dos jogos nele disputados, tornou o estádio num dos grandes motivos de orgulho dos associados e adeptos do FC Porto.

Mais de dois títulos por ano
O acolhedor e confortável Dragão já permitiu aos adeptos portistas celebrar a conquista de vinte títulos: o campeonato nacional foi o primeiro troféu a ser garantido nesta casa azul e branca, mas a primeira taça a cruzar os portões e a ser saudada no relvado foi mesmo a da Liga dos Campeões. Ganha ao Mónaco em Gelsenkirchen (Alemanha), a 26 de Maio de 2004, com Mourinho ao comando de uma equipa de mágicos (como Deco e Alenitchev), trabalhadores (como Pedro Emanuel, Costinha e Maniche), goleadores (como McCarthy e Derlei) e autênticos Dragões (como Vítor Baía e Jorge Costa), é conquista gravada a ouro na história do estádio e do FC Porto. A essa juntam-se uma Taça Intercontinental, uma Liga Europa, sete Ligas nacionais, quatro Taças de Portugal e seis Supertaças Cândido de Oliveira.

Os homens dos recordes
Derlei foi o homem do primeiro golo do Estádio do Dragão, ao bater Albert Jorquera aos 55 minutos do tal FC Porto-Barcelona, que marcou também a estreia de Lionel Messi na equipa principal dos catalães. Hugo Almeida, aos 68 minutos, apontou o segundo tento da vitória. Estão ambos na história particular do estádio, tal como estão Hulk, Falcao e Lisandro, os craques que mais vezes fizeram balançar as redes neste relvado. O “Incrível” apontou 44 golos, “El Tigre” marcou 41 e “Licha” festejou 36.

Também Helton integra o quadro de personalidades de sucesso intrinsecamente ligadas à história do Estádio do Dragão. O guarda-redes é tão-só o jogador com mais títulos conquistados nesta casa: chegou em 2005/06 e desde então coleccionou… 16 troféus.

Também o público é parte importante nas alegrias vividas no Dragão. A melhor assistência alguma vez registada nesta casa data das meias-finais da Champions em 2003/04, frente ao Deportivo de La Coruña, presenciada por 50.818 campeões.

Um exemplo certificado
O Dragão não é só um estádio especial, é também um exemplo a seguir. Se as linhas arquitectónicas são por demais apreciadas e já foram decalcadas noutros países, as qualidades ecológicas e acústicas também têm dado que falar. No caso das primeiras, foram premiadas com a certificação “GreenLight” da Comissão Europeia, devido à utilização racional de energia, numa distinção pioneira face aos restantes estádios europeus.

O Estádio do Dragão está também apto para ser cenário de todo o tipo de espectáculos culturais, com o memorável concerto dos Coldplay a servir de prova. Depois, o facto de ser categorizado com o Grau A da UEFA, o mais alto da hierarquia, autoriza este palco a receber qualquer evento futebolístico nacional ou internacional, como uma final das competições europeias, por exemplo. O resumo é simples: o Dragão é cinco estrelas!

 
Bem...acabei por ir...e saí de lá com a mesma sensação de vazio com que tinha saído da outra vez....

Sabe a pouco, a demasiadamente pouco.....sem dúvida que esta visita complementada com um museu seria uma coisa fenomenal…do outro mundo quase, dada a nossa história… Mas assim....sabe a pouco...comparativamente com a experiência superbock que já havia vivido a outra tinha nota 19 (só ficou a falar o aperto de mão ao presidente lol)...esta chega à nota 12...

Resumindo a visita:

- Paragem em frente aos murais de azulejos com os nomes dos espectadores do jogo inaugural + as obras de arte do mestre Resende (nada que quem vá aos jogos, praquela zona do estádio, não veja sempre).
- Circulação pelas zonas de acesso ao estádio (quase metade da visita é isto (!!!!) e também quem vai aos jogos é por onde passa).
- Visita ao camarote presidencial (aí vimos a supertaça e a taça de campeão nacional).
- Visita ao balneário adversário
- Visita à Sala de Conferência de Imprensa, pós-jogo.
- Passagem pela zona mista.
- Ida ao relvado (percurso dos jogadores).

Não é permitido tirar fotos e as fotos da fotógrafa oficial custavam 5€, 2 fotos no final da visita. LOL…só houve um que tirou (aqui recordo a experiência superbock que foi fantástica também nesse aspecto em que deram tudo)…

Curiosidades:
- Ainda vimos o presidente, na garagem, a uns 20m lol…ia com pressa!
- A guia nem sequer se atreveu a responder à minha pergunta: Qual a data de abertura do museu?? Ahahahaha…diz que já não se quer atravessar com datas pois antigamente dizia sempre Março 2012!
- O relvado, segundo a guia, vai ser substituído em Dezembro (ou antes)….hoje tava todo cheio de remendos…e o que vem em Dezembro já está planeado pra só durar meia época…. Portanto podem já parar de culpar os muse!

Basicamente a experiência superbock + esta visita complementam-se mas fica sempre a faltar uma visita a um museu que espelhe as nossas magníficas conquistas.
 
As visitas ao estádio são giras para turistas, para quem é de cá, por aquilo que tu e outros já me tinham dito, não é nada de transcendente, mas também não haveria muito mais para ver. Por isso é que o museu é, de facto, tão importante.
 
D

Dragão Anónimo

Guest
Quando fui valeu por tirar umas fotos na sala de imprensa, mesmo lá em cima. Assim nem penso sequer em lá voltar.
 

JoãoPedro5

Novato
Foi tratado com o carinho de sempre, mas o relvado de Benfica do Ribatejo foi compreensivelmente rejeitado pelo Estádio do Dragão. O novo vem de França e será colocado nos próximos dias. Substituição em curso.

 

JoãoPedro5

Novato
O Nosso relvado não vinha da Alemanha? Espero que este de França seja de qualidade semelhante, ou melhor que o da Alemanha. Não vejo porque não metem o mesmo de outrora.
 

Manu

Portista Divino
Nao vinha da Holanda?


Btw é na holanda que se fabricam os melhores relvados do mundo :prayer:
 
Eish...lol...ainda gozam..."o dragão rejeitou COMPREENSIVELMENTE o relvado de benfica do ribatejo! lol...que postais! ao menos já estão a trocar...se bem que eu ia pro fornecedor anterior mas pronto...é que este era pra durar 7 ou 8 anos e durou nem 7 ou 8 meses... :facepalm:
 
Top