Megacentro de Estágios no Brasil

Nuno90

Portista
o clube facilmente arranja "trabalhos" para os pais. A mãe vai "limpar" corredores no dragão e o pai vai "arranjar" sanitas

desconta-se os ordenados do ordenado do filho e está feito
 

Enigmatic

Portista Divino
Nuno90 disse:
o clube facilmente arranja "trabalhos" para os pais. A mãe vai "limpar" corredores no dragão e o pai vai "arranjar" sanitas

desconta-se os ordenados do ordenado do filho e está feito


E depois ias tu aos WC's e tava um homem por cada sanita :lol2:
 
Daí as aspas. É que tecnicamente o homem tem profissão mas não vai limpar sanitas nem nada. Fica a ganhar parte do ordenado do filho, basicamente...
 

Nuno90

Portista
não obrigatoriamente porque o modelo aplicado no megacentro é o das escolas portuguesas. E haverão trocas de jogadores temporárias para enriquecer a experiência dos jogadores
 

Adriano17

Lucho #
Nuno90 disse:
não obrigatoriamente porque o modelo aplicado no megacentro é o das escolas portuguesas. E haverão trocas de jogadores temporárias para enriquecer a experiência dos jogadores
trocas como ?
 

Nuno90

Portista
20upc36.png


Carlos Alberto Silva coordena academia no Brasil

A.M.
Daqui a dois meses será colocada a primeira pedra no "Dragon Force Brasil", academia do FC Porto naquele país idealizada há alguns meses e recentemente formalizada com todas as assinaturas necessárias para que a construção comece. O projecto custará 44 milhões de euros aos dragões e será comparticipado pela prefeitura de Pará de Minas Gerais, cidade onde as instalações se erguerão. Na coordenação técnica do projecto estará Carlos Alberto Silva, ex-treinador do FC Porto, agora com 71 anos, e campeão nacional em 1992 e 1993. "Poder dirigir um centro de treinos nos moldes que aqui está a nascer é um sonho que tinha. Espero vê-lo pronto, a funcionar e a trazer benefícios para Pará, Minas, Minas Gerais e Brasil", disse o técnico. O complexo terá um estádio para 15 mil espectadores, um pavilhão multiusos, um hotel e uma escola e servirá para que o FC Porto detecte talentos precoces, os forme e traga para a equipa principal. Segundo a projecção dos construtores, o Dragon Force Brasil estará pronto durante o ano de 2013.

http://www.ojogo.pt/27-224/artigo940745.asp

Que lag :lol2:
 

Dragus

Novato
Tudo sobre o Centro de Treinos no Brasil
Palmarés incompleto
[SIZE=large]
O caminho até ao centro de estágio de Pará de Minas
[/SIZE]


Os representantes do FC Porto chegaram ao Pará de Minas através do advogado e líder ruralista Marcos Abreu e Silva, paraense da gema, que vive em Belo Horizonte.

Abreu e Silva e Carlos Alberto Silva souberam da impossibilidade do centro de estágio instalar-se no município de Ribeirão das Neves (o primeiro destino do projecto), por uma série de factores negativos. Então, Abreu sugeriu Pará de Minas, que já era conhecida de Carlos Alberto Silva, e a partir daí desencadeou-se a possibilidade do FC Porto abrir em Patafufo a sua filial brasileira.

O projecto foi amplamente discutido. A Prefeitura de Pará de Minas adquiriu para doação o terreno com 980 mil metros quadrado.
O vice-prefeito Eugénio Mansur adiantou à imprensa que o terreno, custará ao erário até dois milhões de reais, e fica a menos de oito quilómetros do centro da cidade.

Recorde-se que após os azuis e brancos terem conquistado mais um campeonato nacional, o vice prefeito de Pará de Minas, Eugénio Mansur, pediu à Assessoria de Comunicação da Prefeitura que enviasse um comunicado a felicitar os novos campeões nacionais, ressalvando a importância dos jogadores brasileiros nesta conquista de mais um campeonato português.

O prefeito de Pará de Minas José Porfírio de Oliveira Filho falou sobre tudo que viu e espera da iniciativa.

http://boomp3.com/mp3/3jwm3d5vv10-jos%C3%A9-porf%C3%ADrio



O vice-prefeito Eugénio Mansur disse que ficou espantado com o que foi apresentado. e que a obra pretendida pelo FC Porto prevê a construção, em Pará de Minas, do maior centro técnico de futebol do mundo.

http://boomp3.com/mp3/zj1gio2v2zc-eug%C3%A9nio-mansur





[SIZE=large]O selar do protocolo do centro de treinos[/SIZE]


O governador de Minas António Anastasia e o nosso representante neste projecto, Carlos Alberto Silva, assinaram, no dia 27 de Julho, no Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, um protocolo de intenções para implantação de um centro de treinos, a primeira filial dos azuis e brancos no Brasil, para crianças a partir de 15 anos de idade, em Pará de Minas, (clica para visualizar) no Centro-Oeste do Estado de Minas Gerais.

Participaram na sessão solene a secretária de Estado de Desenvolvimento Económico, Dorothea Werneck, o prefeito de Pará de Minas, José Porfírio de Oliveira Filho, além de líderes políticos, empresários e dirigentes desportivos do Estado de Minas.
O investimento a ser feito pelo FC Porto será de aproximadamente 44 milhões de euros e contempla a criação de uma dezena de campos de futebol, um estádio para 15 mil espectadores, um hotel de luxo e uma escola para garantir os estudos das crianças que se treinem nas diversas equipas.

Além disso, o projecto vai permitir a transformação do Estádio Ovídio de Abreu numa arena multiusos. Em contrapartida o FC Porto terá direito de uso e de gestão sobre o estádio pelo período de 10 anos.

Calcula-se que o impacto na economia local será tremendo, já que se prevê a criação de 800 empregos ,de mão-de-obra local, de forma directa ou indirecta. A Prefeitura de Pará de Minas adquiriu para doação o terreno com 980 mil metros quadrados e a Dragon Force, que representa os interesses portistas neste projecto, assume a construção do centro que deverá estar concluído em 2013.
O Estado de Minas Gerais prestará apoio à implantação e operação do centro de treinos, acompanhando o processo de licenciamento e ajudando na atracção de novos parceiros para o projecto.

Caberá ao Porto promover intercâmbio técnico através de estágios na cidade do Porto, fornecer material desportivo semelhante aos da primeira divisão do clube e cessão do direito de utilização da marca, logótipo, nome e símbolos em todas as peças de divulgação.
A Dragon Force - Brasil é constituída pela Advanced Consultores Independentes e a Carlos Alberto Silva Promoções Esportivas, em parceria com o Futebol Clube do Porto. A direcção técnica – operacional do empreendimento está assim a cargo de Carlos Alberto Silva, ex-técnico da Selecção Brasileira, do Atlético Mineiro, do Cruzeiro, do América e bicampeão nacional pelo FC Porto entre 1991 e 1993.
Trata-se de um treinador muito querido entre nós portistas, que há dois anos foi homenageado pelo clube, como um dos seus mais sérios e competentes treinadores na nossa centenária história.

Diferente das famosas “peneiras” realizadas tradicionalmente pelos clubes, a selecção dos atletas pelo FC Porto será feita por meio de avaliação fisiológica, análise psicológica, com assistência social ao atleta e à sua família, participação em treinos colectivos, prestações em jogos no Brasil e no exterior e negociação com clubes internacionais.

O objectivo é descobrir e capacitar talentos para o futebol, criando profissionais dentro do perfil exigido pelo mercado desportivo internacional, com qualificação técnica e estrutura educacional, psicológica e social.Ao investir em Pará de Minas, o FC Porto está apenas a “beber na fonte”, pois sabem os nossos dirigentes que é muito mais fácil surgirem dez Hulk´s neste manancial de craques que é o Brasil do que outro Cristiano Ronaldo no árido futebol português.

Trata-se de um investimento com retorno garantido, e que pode ser pago em três ou quatro anos.

[SIZE=large]Formação de cidadãos[/SIZE]
Para o Governador Antonio Anastasia, a implantação do complexo desportivo significa não só mais investimentos para a região e o surgimento de novos atletas, mas principalmente a possibilidade de formar cidadãos."O complexo que está sendo formado não só irá preparar atletas, mas também formar cidadãos, porque terão acompanhamento psicológico, médico, de orientação completa, em uma área imensa, com diversos campos e toda infra-estrutura necessária. Esse novo complexo desportivo vai significar uma cadeia produtiva de bons valores. Vamos ter ali muitos fornecedores, vamos levar para lá novas empresas que vão se vincular às actividades desse complexo, que em breve será o maior do Brasil. Agora, nesse momento de preparação para a Copa do Mundo de 2014, para as Olimpíadas de 2016, temos que preparar sempre a estrutura para receber esses eventos. Então, fico muito feliz pela confiança do Futebol Clube do Porto, através da directoria da Dragon Force, em investir no Estado de Minas Gerais”, disse o governador.

O Governador António Anastasia, que durante a solenidade recebeu das mãos do ex-técnico Carlos Alberto Silva uma camisa e um cachecol com os símbolos do FC Porto, também destacou a parceria entre o Governo de Minas, a Prefeitura de Pará de Minas e o clube português.“A parceria com uma das maiores potências desportivas da Europa vai permitir o aperfeiçoamento de todos esses jovens, não só mineiros, mas brasileiros em geral, que vão ter oportunidade de se qualificar melhor para a prática do desporto, inclusive em Portugal, abrindo as portas para o futebol europeu e internacional”, afirmou o governador.

Emocionado, Carlos Alberto Silva, ressaltou a importância do projecto para a sua vida profissional e pessoal. “É um sonho que eu acalentava de um dia poder dirigir um centro de treinos nos moldes que aqui está hoje nascendo. Aqui começa a realização de um sonho antigo, pelo qual muito lutei. Espero vê-lo pronto, funcionando e trazendo benefícios para Pará de Minas, Minas Gerais e Brasil”, disse o ex-técnico.

Mega centro de treinos do FC Porto em Pará de Minas


O sonho prefeito de Pará de Minas, José Porfírio de Oliveira Filho passa por acolher a selecção nacional portuguesa, caso esta venha a disputar o Mundial de 2014, neste novo centro de treinos ou até mesmo o FC do Porto numa pré-temporada.
Fonte de informação: Imprensa do Estado de Minas
 

Nuno90

Portista
Eu acho que muitos portistas ainda não se aperceberam do colossal investimento que aqui está a ser feito e a importância do mesmo
 

Khal Drogo

Administrador
Membro do Staff
maisfutebol.pt-logo.gif


F.C. Porto: academia de excelência arranca no Brasil
Começou esta quinta-feira o Centro de Treinos Dragão, com um milhão de metros quadrados, que tem Carlos Alberto Silva como director-técnico e que vai formar centenas de jovens


O F.C. Porto deu o passo decisivo para a construção de um projecto megalómano no Brasil: trata-se de um centro de treinos para formação de jogadores que se estenderá por... um milhão de metros quadrados. Chama-se Centro de Treinos Dragão e fica situado em Pará de Minas, em Minas Gerais.

Por detrás desta academia está Carlos Alberto Silva: o antigo treinador do F.C. Porto e da selecção brasileira idealizou o projecto, fez-se à estrada da vida e congregou vontades para colocar em cima de pilares a obra. O F.C. Porto recebeu de braços abertos a ideia e assegurou de imediato o projecto.

Quinta-feira foi dado o passo decisivo com a assinatura do protocolo de construção da academia. Carlos Alberto Silva falou ao Maisfutebol e frisou que é um sonho concretizado. «Já tinha a ambição de construir este Centro há muitos anos. Desde que deixei de treinar que comecei a trabalhar nisto».

Da parte do F.C. Porto, garante, recebeu o entusiasmo. «Falei com Pinto da Costa e ele abraçou de imediato o projecto. Comprou a ideia e disse que este projecto não podia ser de mais de ninguém, se não do F.C. Porto.» Esse foi de resto só o primeiro passo. «Deu um apoio muito grande em tudo.»

Contrariamente ao que chegou a ser dito, porém, Carlos Alberto Silva garante que este projecto não vai custar um investimento directo do F.C. Porto. Inicialmente foi referido que o clube ficaria responsável pela construção do estádio do Centro com capacidade para 15 mil pessoas. Tudo falso.

«O F.C. Porto não vai investir dinheiro, pelo menos não directamente, na construção», referiu. «O clube entra apenas com o know-how: dá o nome, dá a credibilidade, dá meios humanos e dá organização. O nosso pessoal vai estagiar no Porto e o F.C. Porto vem cá executar todas as ideias.»

Azul da cabeça aos pés

O nome do F.C. Porto foi de resto fundamental para conseguir colocar o projecto de pé. Um projecto que se estende, repete-se, por um milhão de metros quadrados, com um estádio para 15 mil pessoas, dez campos de futebol dentro do centro, mais três no exterior, e um hotel para centenas de jovens.

«É uma obra ambiciosa e que será motor de desenvolvimento da região. Vai criar mil postos de trabalho.» Por isso recebeu apoios do governo brasileiro, do governo regional e de várias empresas. O município, por exemplo, comprou o terreno por cerca de um milhão de euros e deu-a ao projecto.

A assinatura do programa contou com ministros, governadores e deputados. Ao longo de dez anos, vão ser investidos cerca de 40 milhões de euros. «Nesta altura estamos apenas à espera da licença ambiental», conta. «Em Dezembro, depois da época das chuvas, começamos a construção do Centro.»

Carlos Alberto Silva conta começar a receber jovens em Julho, depois de concluídos os primeiros três campos de treinos. «Tenho o sonho de ter o Centro pronto em 2014, a tempo o Mundial. Gostava de receber aqui uma selecção para fazer o estágio de preparação da prova.»

O objectivo, esse, é outro. «Quero formar para o F.C. Porto uma grande quantidade de jogadores do nível jovem, até à categoria júnior, e de nível intermédio, que são os sub-20. Queremos aproveitar o talento natural brasileiro, dar-lhe o método do Porto e formar grandes jogadores.»

De resto, o F.C. Porto dá o nome, dá o know-how e fica com um corpo de centenas de jovens para recrutar. «O F.C. Porto tem toda a primazia. Sempre que quiser um jogador, é só vir cá buscá-lo e pagar uma pequena indemnização ao Centro. Se não quiser, aí podemos negociá-los com outros clubes.»

Por fim, perguntou-se a Carlos Alberto Silva se tinha o sonho de ver um jogador formado no Centro de Treinos Dragão na selecção brasileira. «Tenho o sonho de ver muitos jogadores formados aqui no F.C. Porto, isso sim. O apoio do clube e a amizade de Pinto da Costa foram fundamentais neste projecto.»

CT Dragão no Brasil- FC Porto
 

Nuno90

Portista
A incompetência da nossa CS... se fosse um CT do Benfica com esta dimensão era notícia de abertura. Como é do Porto esta notícia ou melhor o vídeo da notícia está cá no fórum quase à um mês e com reflexo nenhum na CS até hoje. Vergonha...
 
«O F.C. Porto não vai investir dinheiro, pelo menos não directamente, na construção», referiu. «O clube entra apenas com o know-how: dá o nome, dá a credibilidade, dá meios humanos e dá organização. O nosso pessoal vai estagiar no Porto e o F.C. Porto vem cá executar todas as ideias.»

De resto, o F.C. Porto dá o nome, dá o know-how e fica com um corpo de centenas de jovens para recrutar. «O F.C. Porto tem toda a primazia. Sempre que quiser um jogador, é só vir cá buscá-lo e pagar uma pequena indemnização ao Centro. Se não quiser, aí podemos negociá-los com outros clubes.»

Gosto :mrgreen:

Só espero é que saiam de lá craques e não jogadores banalíssimos.
 

Nuno90

Portista
Uma nota... corre o rumor que esta academia não irá reunir apenas jogadores oriundos do brasil
 
Top